3 min

Sabe quantos pontos tem a sua carta de condução?

Neste novo modelo de carta não está só previsto que perca pontos, mas que também os ganhe. No entanto, antes de começar a fazer somas e subtrações de memória, saiba que todos os titulares de carta de condução começam com 12 pontos.

Esses pontos totais são descontados por cada contraordenação ou em caso de crime rodoviário (-6 pontos).

  • Contraordenação grave: para todos estes casos (previstos no código da estrada, por isso refresque a memória consultando-o), o condutor perde 2 pontos. Por exemplo: parar ou estacionar em passadeiras;
  • Contraordenação muito grave: perde 4 pontos. Por exemplo: não respeitar o sinal de stop nos cruzamentos, entroncamentos e rotundas;
  • Sob influência de álcool, consoante a taxa de alcoolemia no sangue, perde de 3 (> 0,5 e < 0,8 g/l) a 5 (> 0,8 e < 1,2 g/l) pontos.

Se for um condutor de excelência, esse ótimo desempenho também é premiado. No caso de não cometer qualquer infração em três anos, recebe um ponto por cada ano, ou seja, soma 3 à sua pontuação atual. Mas atenção que, no máximo, só pode acumular 15 pontos.

Mais: a cada período de revalidação da carta de condução sem qualquer contraordenação ou crime rodoviário assinalado, se o condutor frequentar ações de formação voluntariamente, ganha 1 ponto.

Totais a ter em atenção

Se na sua carta tiver estes valores, estas são as consequências.

  • 4 pontos: o condutor tem de fazer uma ação de formação obrigatória e tem de suportar esses custos. A carta de condução é apreendida no caso de faltar à formação.
  • 2 pontos: o condutor tem de fazer novo exame de código.
  • 0 pontos: cassação da carta de condução que pode ser apenas renovada dois anos após esse episódio. Quando o condutor voltar à estrada só pode começar a acumular pontos três anos depois (ao contrário dos dois anos dos restantes condutores).

Se não sabe quantos pontos tem a sua carta de condução no momento de leitura deste artigo, então registe-se no Portal das Contraordenações. Para se inscrever precisa de indicar os seus dados pessoais e números de identificação (CC, NIF, etc). Depois é só submeter, criar uma palavra-passe que ficará associada ao seu número de identificação fiscal, e passa a ter acesso à sua ficha com todo o seu “cadastro” registado.

Com a compra do primeiro carro passa a ser o responsável não só por ele, mas pelo seu comportamento na estrada. Se ainda não é o feliz dono de um automóvel então é no Standvirtual que vai encontrar a melhor oferta. Ainda assim, antes de comprar leia o nosso artigo sobre o que deve analisar num test-drive.

Mais artigos da mesma categoria

Deve usar pneus de inverno em Portugal?

Um floco de neve à frente de uma montanha de três picos representa estar-se perante um pneu de inverno, o que significa que os rodados,…

Líquido Adblue: o que é e para que serve

Há um novo produto para carros, que tem sido um sucesso no controlo dos gases poluentes. O nome, para quem não conhece, é líquido Adblue.…

Quais os cuidados a ter com o motor novo

Será que deve fazer a rodagem? E a primeira mudança de óleo? Quando deve ser feita? Fique a saber todos os cuidados a ter com…

Como disfarçar riscos na pintura do carro

Um parque de estacionamento com acesso mais difícil, uma parede que não se viu, uma porta do carro ao lado que raspou na carroçaria do…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional