4 min

Review Renault Zoe (2018)

O Renault ZOE é um dos elétricos mais vendidos em Portugal, tendo acumulado números expressivos de vendas dentro do panorama Europeu.

Interior

Sentados ao volante, começamos por destacar o ambiente ‘Zen’ que se vive a bordo, graças a uma instrumentação 100% digital, por sinal bastante completa e de fácil interpretação. A qualidade de construção é que não é das melhores, apresentando uma generosa profusão de plásticos rijos. Todavia, contamos com uma montagem relativamente sólida e a decoração ambiente, mesmo em tons escuros, é agradável q.b. Assente no mesmo chassis de um Renault Clio, a posição de condução é sempre alta. Se por um lado beneficia a visibilidade geral, por outro peca por ser algo estranha e conduzimos sempre com a sensação de estar ‘em cima’ do carro e algo ‘desligados’ da condução.

Renault Zoe à venda no Standvirtual

Os lugares traseiros, apesar de configurados para 3 adultos, são bastante acanhados e ocupação total só é possível se nenhum deles pesar mais do que 50kg. Assim sendo aconselha-se uma ocupação máxima de 4 ocupantes. A bagageira de fácil acesso, conta com 338 litros de capacidade e se rebatermos as costas do assento traseiro, ganhamos uma volumetria considerável, superior a 1.220 litros.

O plano estético é claramente o seu ponto forte, conquistando corações com facilidade. Os seus ares de Clio futurista com generosos faróis rasgados marcam pela positiva e se um pormenor encontramos como menos harmonioso é curvatura do pilar C, um pouco desenquadrada do equilíbrio geral.

Motorização

A fiabilidade mecânica das motorizações elétricas é altíssima e como se não bastasse, beneficiamos ainda de isenção do pagamento anual de IUC, bem como no pagamento de estacionamento em vários concelhos do país. Debaixo do capot deste ZOE encontra-se um motor elétrico com 92cv de potência, garantindo tração às rodas dianteiras. A bateria tem uma capacidade de 40Kwh, a mesma que encontramos no ‘primo’ Nissan Leaf Mk2. Se num PCR (posto de carregamento rápido a 22kwh) uma carga completa poderá demorar menos de 2h, numa corrente doméstica de 16A, essa carga completa sobe para tempos próximos de 12h. Dado que se aconselham cargas lentas para preservar a longevidade da bateria, convirá planear no sentido de não deixar a bateria cair abaixo dos 20%, minimizando assim os tempos de carga.

Ao volante do ZOE, rapidamente nos apercebemos que se encontra talhado para o trânsito citadino, não só graças aos seus compactos 4 metros, como também pela suspensão confortável, a par com uma capacidade de manobra bastante boa. Os 92cv e 225Nm de binário instantâneo, conferem-lhe uma capacidade de aceleração forte até aos 60km/h (ótimo para a cidade) mas perdendo um pouco daí em diante, como fica provado por uns demorados 13,2s de 0-100km/h.

A velocidade máxima encontra-se limitada a 135km/h. Com 40kwh de bateria, e se formos cautelosos com a condução, poderemos lograr consumos médios de 12/13kwh/100km, o que corresponde a uma autonomia ‘real’ muito próxima dos 300kms. Infelizmente, esses consumos rapidamente escalam para níveis bem superiores (próximos de 17/18 kwh/100km) assim que saímos dos meios urbanos e portanto é de contar com autonomias em torno dos 200/220kms. O preço é portanto um dos pontos fortes deste modelo.

Na plataforma do Standvirtual é possível encontrar modelos de 2014 por menos de 8.000€ até aos 34.500€ pedidos pelas novas unidades de 2020, já com bateria de 52kwh e motor de 135cv.

Renault Zoe no Standvirtual

Renault Zoe 2019

Renault Zoe 2018

Renault Zoe 2017

Renault Zoe 2016

Leia também:

eyJpZCI6IjIyNDIzMjE1NDkzIiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX0xCX1RvcCIsInBhcmVudFBhdGgiOlt7ImlkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3IiwiYWRVbml0Q29kZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3In0seyJpZCI6IjIwMzU2NTkwOTY3IiwibmFtZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIn0seyJpZCI6IjIxNzg0MTIzODQwIiwibmFtZSI6IlNUVl9ibG9nIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IlNUVl9ibG9nIn0seyJpZCI6IjIyNDIxODkyMzI0IiwibmFtZSI6IkJsb2dfRGVza3RvcCIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX0Rlc2t0b3AifV0sImFkVW5pdENvZGUiOiJBUF9MQl9Ub3AiLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiI3MjgiLCJoZWlnaHQiOiI5MCIsImlzQXNwZWN0UmF0aW8iOiJmYWxzZSJ9LCJlbnZpcm9ubWVudFR5cGUiOiJCUk9XU0VSIiwiZnVsbERpc3BsYXlTdHJpbmciOiI3Mjh4OTAifX0=
eyJpZCI6IjIyNDIzMjIwNDM0IiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzEiLCJwYXJlbnRQYXRoIjpbeyJpZCI6IjUwOTIyNyIsIm5hbWUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyJ9LHsiaWQiOiIyMDM1NjU5MDk2NyIsIm5hbWUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCIsImFkVW5pdENvZGUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCJ9LHsiaWQiOiIyMTc4NDEyMzg0MCIsIm5hbWUiOiJTVFZfYmxvZyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJTVFZfYmxvZyJ9LHsiaWQiOiIyMjQyMTg5MTQzMCIsIm5hbWUiOiJCbG9nX01vYmlsZSIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX01vYmlsZSJ9XSwiYWRVbml0Q29kZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzEiLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiIzMDAiLCJoZWlnaHQiOiIyNTAiLCJpc0FzcGVjdFJhdGlvIjoiZmFsc2UifSwiZW52aXJvbm1lbnRUeXBlIjoiQlJPV1NFUiIsImZ1bGxEaXNwbGF5U3RyaW5nIjoiMzAweDI1MCJ9fQ==
eyJpZCI6IjIyNDIzNDM3Mjg3IiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX0xCX0JvdHRvbSIsInBhcmVudFBhdGgiOlt7ImlkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3IiwiYWRVbml0Q29kZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3In0seyJpZCI6IjIwMzU2NTkwOTY3IiwibmFtZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIn0seyJpZCI6IjIxNzg0MTIzODQwIiwibmFtZSI6IlNUVl9ibG9nIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IlNUVl9ibG9nIn0seyJpZCI6IjIyNDIxODkyMzI0IiwibmFtZSI6IkJsb2dfRGVza3RvcCIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX0Rlc2t0b3AifV0sImFkVW5pdENvZGUiOiJBUF9MQl9Cb3R0b20iLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiI3MjgiLCJoZWlnaHQiOiI5MCIsImlzQXNwZWN0UmF0aW8iOiJmYWxzZSJ9LCJlbnZpcm9ubWVudFR5cGUiOiJCUk9XU0VSIiwiZnVsbERpc3BsYXlTdHJpbmciOiI3Mjh4OTAifX0=
eyJpZCI6IjIyNDIzMjIxMTc1IiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzIiLCJwYXJlbnRQYXRoIjpbeyJpZCI6IjUwOTIyNyIsIm5hbWUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyJ9LHsiaWQiOiIyMDM1NjU5MDk2NyIsIm5hbWUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCIsImFkVW5pdENvZGUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCJ9LHsiaWQiOiIyMTc4NDEyMzg0MCIsIm5hbWUiOiJTVFZfYmxvZyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJTVFZfYmxvZyJ9LHsiaWQiOiIyMjQyMTg5MTQzMCIsIm5hbWUiOiJCbG9nX01vYmlsZSIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX01vYmlsZSJ9XSwiYWRVbml0Q29kZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzIiLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiIzMDAiLCJoZWlnaHQiOiIyNTAiLCJpc0FzcGVjdFJhdGlvIjoiZmFsc2UifSwiZW52aXJvbm1lbnRUeXBlIjoiQlJPV1NFUiIsImZ1bGxEaXNwbGF5U3RyaW5nIjoiMzAweDI1MCJ9fQ==

Mais artigos da mesma categoria

Review Renault Captur (2018)

Este pequeno Crossover da Renault é um caso de evidente sucesso no nosso mercado, muito por mérito da tipologia mais versátil e descontraída de carroçaria,…

Review Nissan Leaf (2018)

Se alguém lhe disser que é possível percorrer quase 100kms com 1,5€ de ‘combustível', acredite porque é verdade!   Esta é a segunda geração do…

Review Jaguar I-Pace: carro do ano 2019

O Jaguar I-Pace não é apenas mais um elétrico premium. Foi considerado "o carro do ano" em 2019, e é um sério rival dos Tesla,…

Review Nissan Qashqai (2017)

O Nissan Qashqai é o SUV mais vendido da Europa, e até há bem pouco, figurava como o 2º carro mais vendido em Portugal. Podemos…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional