DS7 suv standvirtual

Redação

29/12/2022

4 min

DS 7 é sinónimo de conforto, luxo e espaço

Quando na DS se fala de “savoir-faire français” o termo não é usado em vão. Os franceses apostam nesta marca premium para se distinguirem de tudo o que se faz na indústria automóvel, incorporando o conhecimento e gosto gauleses ao mais ínfimo pormenor.

Nas mecânicas, o DS 7 continuam a apresentar uma versão Diesel, com o BlueHDi 130, mas é na E-Tense 225 que deposita as suas esperanças. O resto é luxo, conforto e espaço.

DS 7 cima

A diferença está nos detalhes

A DS continua a palmilhar o caminho da diferença, ao apresentar o seu 7 com bancos em pele com pespontos cosidos, um distinto relógio analógico da B.R.M. no centro do tablier, que recolhe quando o carro é desligado ou um sistema de som premium com assinatura Focal.

O interior, como ocorre com a restante gama, assenta na ideia de diamantes, com a forma triangular a fazer parte da alma do carro. A consola, por exemplo, está cheia deles, cada qual para uma diferente função, como abrir e fechar janelas ou destrancar e trancar o carro.

Novo DS 7 interior

Veja quanto custam as várias versões do DS7

Os bancos fornecem um excelente apoio lombar (e podem incluir sistema de massagem) e na segunda fila há espaço suficiente para uma longa viagem sem sobressaltos (e os bancos traseiros são reclináveis). Já o condutor beneficia de uma elevada posição de condução, que potencia a sensação de segurança e controlo sobre as situações.

A força dos híbridos

Em Portugal, há uma mecânica a gasóleo, o conhecido 1.5 BlueHDi de 130 cv, com binário de 300 Nm, que reclama um consumo combinado de 5,5 l/100 km. Mas as propostas mais interessantes são híbridas de ligar à corrente, com 225, 300 e 360 cv.

O grupo propulsor E-Tense 225, com tração dianteira e potência combinada de 165 kW (225 cv), com binário de 360 Nm, surge da combinação de um motor a gasolina de 1,6 litros a gerar 180 cv a um sistema elétrico capaz de debitar uma potência de 81,2 kW (110 cv). A bateria, com capacidade útil de 12,9 kWh, admite uma autonomia elétrica de 67 km, fazendo com que o DS 7 integre os benefícios fiscais previstos pelo Orçamento do Estado. A cada 100 quilómetros, a marca anuncia um gasto de 1,2 litros de gasolina, com emissões de CO2 estimadas em 28 gramas por quilómetro.

DS 7 lado

Em termos de desempenho, o E-Tense 225 acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 225 km/h.

Já o E-Tense 300 apresenta o mesmo motor a gasolina, espevitado para debitar 200 cv, associando-o a dois motores elétricos, para uma tração 4×4 (um, montado à frente, debita 110 cv e o outro, no eixo traseiro, produz 113 cv). Em conjunto, além de uma potência combinada de 300 cv, oferece um binário de 520 Nm. E, com a mesma velocidade máxima, a aceleração faz-se em 5,9 segundos, sem que os consumos saiam penalizados (são praticamente os mesmos da versão 225).

DS 7 farois

O topo de gama E-tense 4×4 360 eleva a fasquia da performance: cumpre a aceleração de 0 a 100 km em 5,6 segundos. Mas sai lesado na eficiência: a autonomia elétrica situa-se abaixo dos 60 km e consumo por cada 100 quilómetros é de 1,8 litros, com emissões de 40 g/km.

Artigo recomendado: Diferença entre os carros híbridos PHEV e HEV

Bem equipado de série

A DS propõe o 7 bem equipado de série, sem que haja necessidade de ver a fatura a inflacionar com extras. Na segurança, inclui airbags frontais, laterais na primeira fila e de cortina em ambas, regulador e limitador de velocidade e ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro, além de um extenso pacote de ajudas ativas. No conforto, além da exclusividade dos bancos já referida, destaque para os retrovisores exteriores eletrocromáticos, rebatíveis eletricamente, indexados à marcha-atrás, com LED Spotlight DS e visualização do ângulo morto ou o acesso, o arranque mãos livres e a climatização automática de duas zonas.

ds 7 bancos

Um opcional que poderá valer a pena subscrever, e que nos primeiros três anos do carro está incluído no preço, é a navegação conectada com reconhecimento de voz, que integra vários serviços desenvolvidos pela TomTom, tais como as informações de circulação em tempo real e informações sobre perigos na estrada.

Leia também:

Mais artigos da mesma categoria

Que combustível escolher?

Para comprar um carro ponderamos vários fatores: as dimensões, o design, a finalidade, a marca, entre outros. Uma das questões obrigatórias passa pelo tipo de…

Quais os carros mais económicos em Portugal?

Cada marca de automóvel tem os seus centros de reparação e manutenção. Os preços que aplicam variam de marca para marca. Existem também oficinas e…

Os carros mais baratos das marcas premium

Ter um carro de uma marca mais conceituada não só significa ter mais conforto e prazer enquanto estamos a conduzir. Representa também um estatuto perante…

Carros híbridos: tudo o que precisa saber

Os carros híbridos estão cada vez mais em voga. São potentes, económicos e amigos do ambiente. Mas será que conhece todas as características destes carros?…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional