7 min

Fiat 500e: O icone rendeu-se à eletricidade

Conteúdo Patrocinado por Matrizauto

Há cada vez mais modelos a converterem-se à eletricidade, mas nem todos carregam um nome ou legado tão importante como o Fiat 500. Mas se há carros em que tal alteração fazia todo o sentido, o Fiat 500 é um deles.

A nova versão deste pequeno citadino da Fiat traz-nos o melhor dos dois mundos: o estilo vintage inspirado nos anos 50, e o melhor da tecnologia elétrica.

O resultado? Mais do que um carro perfeito para a cidade, um acessório de moda.

Mais do que a estética, quando falamos de carros elétricos, o que realmente importa são os números. 

O novo Fiat 500e conta com uma bateria de 42kW/h de capacidade, dos quais podemos usar 37.3kWh. Tal como em qualquer outro elétrico, também neste modelo a percentagem útil da bateria é limitada para fazer com que esta tenha uma vida mais longa. 

Com um consumo anunciado de 14.3kWh/100km, em teoria, os 37.3kWh desta bateria permitiriam percorrer cerca de 250km. No entanto, como sabemos, nos carros elétricos, as contas não são assim tão simples e vão sempre depender do ambiente onde utiliza o carro.

Se circular em autoestrada, um ambiente onde este Fiat 500e, apesar de não se sentir em casa, tem prestações e conforto que não o envergonham, a autonomia real rondará os 160km, em ciclo misto, ou seja, aquela que é considerada a autonomia real, rondará os 220km. Se rodar apenas em cidade, facilmente conseguirá ultrapassar os 300km. 

Apesar de ser apenas um pequeno citadino e de estar equipado com uma bateria com relativamente pouca capacidade, o novo Fiat 500e permite carregamentos até 85kW de potência, o que significa que num carregador ultrarrápido, em apenas 25min podemos levar este carro dos 0 aos 80%. 

Em casa, numa tomada doméstica, uma carga completa levará perto de 19 horas, ao passo que numa wallbox demorará 6h a uma velocidade de carregamento de 7kW, ou 4h, numa de 22kW.

Encontra todos os Fiat 500 disponíveis na Matrizauto

Apresentada que está a componente elétrica, falemos agora da estética do Fiat 500e, que afinal de contas, é um dos principais cartões de visita do Fiat 500.

Claramente inspirado no seu antecessor, e com fortes ligações ao Fiat 500 original lançado nos final dos anos 50, o novo Fiat 500e cresceu ligeiramente, sem que isso tivesse comprometido a sua dimensão perfeita para a cidade. Falamos de mais 6 centímetros em comprimento, 4 em altura, e 6 centímetros na largura.

E se o aumento no comprimento e na altura apenas faz o novo Fiat 500e parecer mais “corpulento”, os 6cm adicionais de largura aumentam a sua presença, mas sobretudo conferem-lhe doses reforçadas de conforto ao interior.

Ainda no capítulo estético, a nova geração do pequeno ícone italiano mantém intocável a sua característica silhueta, mas aperfeiçoou-a ao mundo da eletricidade, suprimindo os puxadores das portas e adicionando um pequeno spoiler traseiro. Afinal de contas, no mundo dos elétricos, a aerodinâmica, é tudo.

Outra das assinaturas de marca do Fiat 500 são os típicos faróis redondos na frente. E até neste pequeno pormenor a Fiat soube reinterpretar na perfeição o que deveria ser a reencarnação elétrica de um dos seus modelos mais marcantes: inovar, sem exagerar.

Mantendo-se fieis ao seu design original, apesar de ligeiramente diferentes, os faróis frontais continuam a adotar um formato circular, mas surgem agora bi-partidos, com a parte superior do farol a fazer lembrar uma sobrancelha feminina perfeitamente delineada, e a parte inferior o seu olhar sedutor.

fiat 500

Se o exterior do Fiat 500 sempre nos apaixonou, o interior da anterior geração podia deixar algo a desejar aos clientes mais exigentes. Mas foram vários os pormenores revistos nesta nova versão e que justificam na totalidade o preço premium atribuído ao Fiat 500e.

O espaço existente no interior deste habitáculo cresceu substancialmente, e isso não só permite com que adultos de maior estatura viajem com maior conforto nos bancos traseiros e frontais, como permitiu também aumentar, e de que maneira o conforto dos bancos, sobretudo, no encosto de cabeça, que deixou de ser de um formato circular, duro, e passa agora a um tecido almofadado bastante confortável.

Atrás encontramos uma bagageira com 185L de capacidade, exatamente a mesma capacidade do que a anterior geração do Fiat 500, e que é suficiente para acomodar 3 malas de cabine. São cerca de 15L mais do que o concorrente direto deste Fiat 500, o Honda e.

Sólido e funcional, a agilidade continua porém a ser o ponto mais marcante do Fiat 500e. O acréscimo de peso, por causa da bateria, e os ajustes operados na suspensão cooperam para uma condução mais segura e fácil de controlar.

A posição de condução é alta, o que permite um ótima leitura dos mostradores, e uma excelente visibilidade para o exterior. Mas ao contrário da anterior geração, são permitidos mais ajustes tanto no banco, como no volante, quer em altura e profundidade. 

O que vemos no 500e reflete os cerca de 15 anos de estudo e de recolha de opiniões de jornalistas, utilizadores e apaixonados pelo carro, sabendo corrigir os defeitos e mantendo as virtudes do interior do Fiat 500.

O Fiat 500 está cheio de pormenores que gritam “Itália”. Por exemplo, na consola central podemos carregar o smartphone através de indução num espaço dedicado que tem a linha da silhueta da cidade de Turim, e também onde abrimos a porta encontramos a imagem do Fiat 500 original, e ao lado a inscrição Made in Torino. São pequenos pormenores como estes, e que estão um pouco por todo o lado neste carro, que tornam o Fiat 500, e qualquer carro italiano, carros tão único. 

A Fiat “arrumou” um motor elétrico com 118 CV e 220Nm de binário, mais as baterias e todos os controladores sem beliscar bagageira e espaço interior, e isso tem de ser elogiado. Existe neste carro uma repartição de peso de 48/52 e um baixo centro de gravidade, associados a uma suspensão e direção que foram revistas para tolerar o acréscimo do peso, fazem com que o comportamento dinâmico do carro seja muito interessante e divertido de conduzir. 

Fiat 500

O Fiat 500e tem três modos de condução: Normal, Range e Sherpa. No primeiro o carro reage como um automóvel normal, sem qualquer travagem regenerativa, parecendo-se muito com um veículo com motor térmico. E para fazê-lo ainda mais parecido com um carro de caixa automática, basta levantar o pé do travão e o 500e avança.

Com o modo Range, o carro aumenta ainda mais a regeneração é capaz de imobilizar, sem ser necessário tocar no pedal do travão, podendo conduzi-lo com apenas um pedal.

No terceiro modo, a velocidade é limitada aos 80 km/h e o ar condicionado e o aquecimento dos bancos são desligados. Aqui a primazia é dada à autonomia.

Curiosamente, o 500e nunca fica submotorizado, ou seja, a resposta é sempre a mesma, o que muda é o carácter do carro.

A aceleração dos 0 aos 100km/h cumpre-se em 9 segundos, e a velocidade máxima é de 150 km/h, mas até lá, o motor é uma delícia tal a progressividade e a capacidade de oferecer arranque e velocidade seja em que ambiente for.

Além disso, o novo Fiat 500 já vem equipado com todas as mais recentes tecnologias de ajuda à condução.

O Fiat 500 é um dos maiores sucessos da história automóvel moderna, e conta já com mais de 1.5 milhões de unidades produzidas. Esta nova versão é simplesmente uma nova proposta, diferente, dentro do mesmo segmento, mas com um posicionamento mais exclusivo.

Leia também:

Mais artigos da mesma categoria

Review Audi A3 Sportback (2020): o mais luxuoso dos compactos?

Em equipa que ganha, não se mexe, mas pode-se sempre melhorar. Esse foi o mote da Audi para renovar o A3, adicionando aqui e ali…

Review Nissan Micra (2018)

O Nissan Micra é, de qualquer ângulo que se aprecie, um automóvel extremamente atraente e muito bem conseguido esteticamente, batendo a concorrência aos pontos por…

BMW Série 4 Cabrio: ensaio a céu aberto

Os carros diesel são, por norma, excelentes estradistas, e os cabrios, por natureza, são automóveis pouco dotados para grandes tiradas em auto-estrada. Mas será que…

Review Mini Cooper D (2017)

Para os verdadeiros petrolheads, o nome Mini representa muito mais do que um simples carro. É sinónimo de inúmeras vitórias nas mais míticas provas de…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional