Vendas de carros de luxo aumentam durante a pandemia

4 min

Vendas de carros de luxo aumentam durante a pandemia

Foi a pandemia, a escassez de microchips e até as cada vez mais restritivas políticas sobre emissões. O número de carros ligeiros de passageiros matriculados em Portugal em 2020 caiu 35%. Em contraciclo, estiveram as marcas de luxo: Aston Martin, Bentley, Ferrari e Porsche conseguiram vender mais do que no ano anterior. E, ao segundo ano de pandemia, a tendência parece estar para ficar.

No primeiro semestre do ano, a Ferrari, por exemplo, vendeu mais de o dobro do verificado no período homólogo, ostentando um crescimento de 116,7%. E não se pense que isso implicou vender dois em vez de um, como acontece tantas vezes quando se olha para o comércio dos carros milionários. O emblema do Cavallino Rampante vendeu, entre janeiro e junho de 2021, um total de 13 automóveis (no mesmo período do ano anterior tinha conseguido comercializar meia-dúzia, o que já não tinha sido mau).

Outra marca que ostenta um crescimento impressionante é a Bentley: 50%. A marca do Grupo Volkswagen, ainda que mantenha a sede na britânica Crewe, foi a preferida de 15 automobilistas (no período homólogo tinha vendido duas mãos-cheias).

Na liderança das marcas de luxo, está a Porsche. O emblema alemão do Grupo Volkswagen registou 377 automóveis matriculados no primeiro semestre de 2021. No período homólogo tinha conseguido vender 368 veículos. E, mesmo que não seja um aumento impressionante, como o da Ferrari, tendo-se ficado pelos 2,4%, atesta a força com que a marca se tem vindo a afirmar no mercado ibérico.

Ainda entre os automóveis que facilmente se exibem com etiquetas acima dos cem mil euros, tanto a Land Rover como a Jaguar, os dois braços fortes de uma mesma casa, registam consideráveis crescimentos: a primeira vendeu, nos primeiros seis meses do ano, 290 automóveis, observando um crescimento de 21,3%, enquanto a Jaguar matriculou 228 veículos (mais 10,7%).

Artigo relacionado: Carros a gasóleo entre os mais vendidos em 2020

Aston Martin e Maserati passam do oito para o 80: nos primeiros seis meses de 2020, não venderam um único veículo; este ano, o primeiro semestre rendeu 15 negócios à marca de Gaydon, ao passo que o emblema de Módena, Itália, que foi integrado no conglomerado Stellantis, fechou dez contratos.

Apenas uma marca mostrou uma quebra, ainda que tenha sido muito leve: a Lamborghini matriculou nove automóveis contra os dez de há um ano.

Mercado automóvel recupera a todo o vapor

Quase todas as marcas revelam uma forte recuperação face ao que se registou nos primeiros seis meses de 2020, no entanto, a maioria não cresce o suficiente para compensar as percas.

Na liderança, sem surpresa, surge a Renault, com 11.942 unidades matriculadas, o que representa um aumento de 23,9%. No seu encalço, a Peugeot vendeu 11.916 veículos, com um crescimento de 23,5%. Mas é o terceiro lugar que parece em melhor estado: a Citroën pode ter vendido somente 7.456 automóveis, mas o salto evolutivo é de 34,7%.

Vai trocar de carro? Faça uma pesquisa no Standvirtual

Com crescimentos dignos de nota, estão ainda a Skoda (20º lugar) com 83%; a Jeep (24.º) com 74,6%; ou a Audi (17º) com 66,1%. Acima dos 50%, fixaram-se a Kia (14º), a Toyota (6º), a Hyundai (12º), Volkswagen (7º) e Lexus (31º).

As duas marcas premium concorrentes BMW e Mercedes-Benz terminaram os primeiros seis meses de 2021 com a segunda na dianteira: conseguiu o 4.º lugar, ainda que apenas tenha crescido 7,9%, com a BMW a morder-lhe os calcanhares, ao fixar-se no 5º lugar (mas com um crescimento de 36,8% – e a continuar assim poderá mesmo ultrapassar a Mercedes-Benz até ao fim do ano)

Leia também:

E os carros mais vendidos em Portugal em 2020 foram…

Os 5 SUV mais luxuosos do mercado

Os carros mais rápidos de sempre

Mais artigos da mesma categoria

Conheça 7 bons carros familiares até 20 000€

A família cresceu, mas o orçamento não? Conheça estes 7 bons carros familiares até 20 000€ e leve a família para todo o lado em…

Os 7 melhores carros dos anos 80

Em conversa de café, é comum entre os petrolheads fazer listas dos melhores carros. Este artigo vem levantar mais um debate, e apresentamos aqueles que…

Porque é que conduzimos pela direita? Conheça as origens e as razões

Provavelmente já deve ter questionado os motivos sobre porque conduzimos pela direita. Ao contrário de outros países, como o Reino Unido, onde se conduz pela esquerda,…

Como proteger os animais de estimação do calor no carro

O outono está a instalar-se, como comprovam os bandos de andorinhas e de cegonhas de partida. Mas nem por isso os dias de calor terminaram…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional