fiat punto

5 min

Review Fiat Punto (2018)

O Fiat Punto é o verdadeiro ‘veterano’ dentro do universo dos utilitários! A geração em análise esteve à venda desde 2012 até finais de 2018, altura em que o modelo deixou de ser comercializado. Com preços acessíveis mesmo quando em novo, e de acordo com a plataforma do Standvirtual, hoje em dia é possível comprar unidades de 2014 por 6.400€ até aos 11.500€ pedidos por modelos da primeira metade de 2018!

Exterior

fiat punto

Em termos de design, e já retirado de produção, o Punto não prima por um dos desenhos mais felizes, muito por culpa da idade de permanência no mercado, acusando uma imagem já algo datada. Falta-lhe um ar de maior robustez, apresentando um ar algo frágil com folgas evidentes entre painéis. Só pela configuração mergulhante da frente com faróis rasgados é que consegue transmitir-nos algum dinamismo.

Interior

fiat punto

Passando ao interior, destaca-se a decoração em tons predominantemente escuros e profusão de plásticos rijos, algo que volta a revelar o peso dos anos deste modelo e a conotação ‘baixo custo’ quase sempre associada a este modelo. A sensação de qualidade geral é a ‘piscar o olho’ ao ‘discount’, a montagem de alguns componentes é perfectível e existem alguns plásticos com arestas evidentes. Mesmo a baixas velocidades, e sobre pisos irregulares, os barulhos parasitas são a consequência evidente deste nível de construção.

No entanto, compensa com abundância de equipamento disponível, dotado de uma instrumentação muito completa, a par com um bom computador de bordo. Em termos de ergonomia também se destaca pela positiva, com todos os comandos acessíveis e de tacto leve. Sentados ao volante, começamos por nos sentir ‘em cima’ do carro e não ‘dentro dele’. Todavia, é possível desfrutar de um alcance adequado para o volante e pedais. O apoio para o pé esquerdo obriga a flectir demasiado a perna esquerda, mas acomoda facilmente um ’44’. Apesar de sujeitarem bem o corpo, os bancos dianteiros revelam-se demasiado moles, condicionando o conforto em viagens mais longas. Em termos de desafogo na dianteira, alinha com o que de melhor se faz neste segmento, para além de disponibilizar inúmeros espaço de arrumação, generoso porta-luvas e bolsas nas portas.

Fiat Punto à venda no Standvirtual

Nos lugares traseiros, nada de especial há a apontar. Com espaço adequado para 2 adultos, desde que a sua altura não ultrapasse 1.85m…. Aí sacrificamos os joelhos e o penteado! Se a lotação for 5, então aconselha-se deslocações curtas! A bagageira, com um plano de carga alto, é a mais pequena dos seus principais concorrentes, com 270 litros de capacidade. Caso optemos por rebater as costas, por sinal com chapa à vista, dos bancos traseiros, atingimos os 1.030 litros. Em andamento, destacam-se duas características sobre a suspensão deste Punto; Se por um lado é bastante confortável no rolar, proporcionando bons níveis de conforto aos seus ocupantes, por outro é incapaz de controlar adequadamente a carroçaria em traçados mais sinuosos, balanceando em apoio de forma notória.

Motorização e Condução

fiat punto

Nem tudo é mau e debaixo do capot deste italiano encontra-se um dos seus trunfos, pois ao 1.2 pode faltar-lhe cavalos, mas compensa com boa reputação de fiabilidade e durabilidade.

Ao contrário da maioria dos seus concorrentes que equipam com pequenos motores tricilíndricos, este Punto ainda equipa com um clássico quatro cilindros de 1200cm3 de cilindrada, por sinal bastante suave e isento de vibrações. No entanto, em virtude dos magros 69cv que debita às 5.500rpm a par com um discreto binário de 102Nm às 3.000rpm, está longe de brilhar no plano das performances. Apesar do à-vontade que revela em trânsito citadino e em rotações baixas, é assim que precisamos de mais alguma capacidade de aceleração que sobressai a antiguidade da mecânica a não permitir uma velocidade máxima superior a 156km/h e uma aceleração dos 0-100km/h em 14.4s. Vale o bom escalonamento da caixa manual de 5 velocidades, com um tacto preciso e agradável.

Apesar de pesaroso no andamento, os consumos não se ressentem em demasia e é fácil rubricar médias abaixo de 6.0L/100 em andamentos descontraídos. Com 1.242cm3 de cilindrada e a emitir 119g/km, o Punto encontra-se no limite do seu escalão de IUC, conseguindo alinhar com os seus principais concorrentes ao pagar102.81€ p/ano. A precisar de renovação urgente, o Fiat Punto mantém-se como uma alternativa válida para quem procure um utilitário fiável, com preço acessível e que não dê primazia ao campo prestacional

Fiat Punto 2018

Fiat Punto 2017

Fiat Punto 2016

Fiat Punto 2015

Fiat Punto 2014

Leia também:

eyJpZCI6IjIyNDIzMjE1NDkzIiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX0xCX1RvcCIsInBhcmVudFBhdGgiOlt7ImlkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3IiwiYWRVbml0Q29kZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3In0seyJpZCI6IjIwMzU2NTkwOTY3IiwibmFtZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIn0seyJpZCI6IjIxNzg0MTIzODQwIiwibmFtZSI6IlNUVl9ibG9nIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IlNUVl9ibG9nIn0seyJpZCI6IjIyNDIxODkyMzI0IiwibmFtZSI6IkJsb2dfRGVza3RvcCIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX0Rlc2t0b3AifV0sImFkVW5pdENvZGUiOiJBUF9MQl9Ub3AiLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiI3MjgiLCJoZWlnaHQiOiI5MCIsImlzQXNwZWN0UmF0aW8iOiJmYWxzZSJ9LCJlbnZpcm9ubWVudFR5cGUiOiJCUk9XU0VSIiwiZnVsbERpc3BsYXlTdHJpbmciOiI3Mjh4OTAifX0=
eyJpZCI6IjIyNDIzMjIwNDM0IiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzEiLCJwYXJlbnRQYXRoIjpbeyJpZCI6IjUwOTIyNyIsIm5hbWUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyJ9LHsiaWQiOiIyMDM1NjU5MDk2NyIsIm5hbWUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCIsImFkVW5pdENvZGUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCJ9LHsiaWQiOiIyMTc4NDEyMzg0MCIsIm5hbWUiOiJTVFZfYmxvZyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJTVFZfYmxvZyJ9LHsiaWQiOiIyMjQyMTg5MTQzMCIsIm5hbWUiOiJCbG9nX01vYmlsZSIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX01vYmlsZSJ9XSwiYWRVbml0Q29kZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzEiLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiIzMDAiLCJoZWlnaHQiOiIyNTAiLCJpc0FzcGVjdFJhdGlvIjoiZmFsc2UifSwiZW52aXJvbm1lbnRUeXBlIjoiQlJPV1NFUiIsImZ1bGxEaXNwbGF5U3RyaW5nIjoiMzAweDI1MCJ9fQ==
eyJpZCI6IjIyNDIzNDM3Mjg3IiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX0xCX0JvdHRvbSIsInBhcmVudFBhdGgiOlt7ImlkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3IiwiYWRVbml0Q29kZSI6ImNhLXB1Yi0zMDIzMTkxOTk4Mjg1MTk3In0seyJpZCI6IjIwMzU2NTkwOTY3IiwibmFtZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IjFfU3RhbmRWaXJ0dWFsIn0seyJpZCI6IjIxNzg0MTIzODQwIiwibmFtZSI6IlNUVl9ibG9nIiwiYWRVbml0Q29kZSI6IlNUVl9ibG9nIn0seyJpZCI6IjIyNDIxODkyMzI0IiwibmFtZSI6IkJsb2dfRGVza3RvcCIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX0Rlc2t0b3AifV0sImFkVW5pdENvZGUiOiJBUF9MQl9Cb3R0b20iLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiI3MjgiLCJoZWlnaHQiOiI5MCIsImlzQXNwZWN0UmF0aW8iOiJmYWxzZSJ9LCJlbnZpcm9ubWVudFR5cGUiOiJCUk9XU0VSIiwiZnVsbERpc3BsYXlTdHJpbmciOiI3Mjh4OTAifX0=
eyJpZCI6IjIyNDIzMjIxMTc1IiwibmV0d29ya0NvZGUiOiIxMDA3ODM3IiwiZWZmZWN0aXZlUm9vdEFkVW5pdElkIjoiNTA5MjI3IiwibmFtZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzIiLCJwYXJlbnRQYXRoIjpbeyJpZCI6IjUwOTIyNyIsIm5hbWUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJjYS1wdWItMzAyMzE5MTk5ODI4NTE5NyJ9LHsiaWQiOiIyMDM1NjU5MDk2NyIsIm5hbWUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCIsImFkVW5pdENvZGUiOiIxX1N0YW5kVmlydHVhbCJ9LHsiaWQiOiIyMTc4NDEyMzg0MCIsIm5hbWUiOiJTVFZfYmxvZyIsImFkVW5pdENvZGUiOiJTVFZfYmxvZyJ9LHsiaWQiOiIyMjQyMTg5MTQzMCIsIm5hbWUiOiJCbG9nX01vYmlsZSIsImFkVW5pdENvZGUiOiJCbG9nX01vYmlsZSJ9XSwiYWRVbml0Q29kZSI6IkFQX01yZWNfTW9iaWxlXzIiLCJkZXNjcmlwdGlvbiI6IiIsImlzRmx1aWQiOmZhbHNlLCJpc05hdGl2ZSI6ZmFsc2UsImFkVW5pdFNpemVzIjp7InNpemUiOnsid2lkdGgiOiIzMDAiLCJoZWlnaHQiOiIyNTAiLCJpc0FzcGVjdFJhdGlvIjoiZmFsc2UifSwiZW52aXJvbm1lbnRUeXBlIjoiQlJPV1NFUiIsImZ1bGxEaXNwbGF5U3RyaW5nIjoiMzAweDI1MCJ9fQ==

Mais artigos da mesma categoria

Review Opel Corsa (2016)

Olhando para esta 5ª geração (F) do Opel Corsa, custa a crer que a actual versão 'hatchback' de 5 portas, consegue já ultrapassar em 10cm…

Review Toyota Yaris (2019)

A 3ª geração do Toyota Yaris chegou-nos em 2014 e trouxe com ela uma nova motorização híbrida, tornando assim este pequeno citadino num carro ainda…

Review BMW 116d (2021): o que mudou com a tração dianteira?

A 3ª geração do BMW Série 1 perdeu a tração traseira que tanto o caracterizava, mas ganhou argumentos em muitas outras frentes. Mas será este…

Review Citroen C3 (2018)

O Citroen C3 é um peculiar carro que tanto sucesso tem feito em Portugal, figurando entre os automóveis os mais vendidos, registando qualquer coisa como…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional