O que acontece as baterias dos carros elétricos em fim de vida

4 min

O que acontece às baterias dos carros elétricos em fim de vida?

essencial para o quão verde é, de facto, um veículo. A começar por o que acontece às baterias dos carros elétricos em fim de vida.

O aumento de carros elétricos leva a uma redução emissões de CO2 mas, no final de vida, o que acontece à baterias que lhe deram… vida? E às matérias primas tóxicas que as compõem? Calma… há quem tenha pensado em tudo isso e esteja a fazer um bom trabalho, apesar do enorme esforço que isso exige.

Até 2025, só na Alemanha, o número de carros elétricos pode ascender a um valor entre dois e três milhões. Ora, a vida de uma bateria é de 15 anos. O que fazer quando falecem de vez? O que fazer com o lítio, cobalto, a grafite ou o níquel, substâncias extremamente valiosas?

Baterias dos carros elétricos em fim de vida: usar, reciclar

A reciclagem de baterias existe e, atualmente, o material que se extrai com maior regularidade é o alumínio. Além do mais, só 50% das baterias precisa de ser reciclada. Muitas das empresas de automóveis elétricos recolhem as baterias usadas dos seus veículos e responsabilizam-se pelo processo de reciclagem, utilizando, para isso, empresas da área.

Veja todos os carros elétricos à venda no Standvirtual

A própria Nissan, precursora da democratização da mobilidade elétrica com o bem-sucedido Leaf, construiu a sua fábrica de reciclagem de baterias no Japão, prescindindo do serviço de terceiros.

Enquanto isso, a francesa Renault e a alemã BMW usam as baterias que já não servem para os veículos como centrais de armazenamento de energia. É que, apesar da capacidade poder ser reduzida para garantir uma boa autonomia num veículo elétrico, ainda é muito elevada para outras utilizações, industriais ou domésticas. E é isso que acontece cada vez mais. Tal como umas pilhas que não sustentam um rádio portátil, podem ter utilidade num comando televisivo: as exigências energéticas são menores.

Atualmente, as baterias de iões de lítio são alvo de reciclagem na Alemanha e na Bélgica, que se empenharam em desenvolver infraestruturas capazes de realizar o processo com eficácia e qualidade. Isso permite remover 95% da matéria que compõe as baterias e reutilizá-la noutros aparelhos elétricos.

Fazer contas, olhar pelo ambiente

Mas não vamos tapar o sol com a peneira: o processo é tão dispendioso – e pode depender tanto da forma como cada fabricante constrói a sua bateria – que é mais barato comprar uma bateria nova. E isso tem de ser solucionado rapidamente porque, até 2030, espera-se que 1,2 milhões de toneladas de baterias de iões de lítio possam estar a chegar ao fim de vida.

Artigo relacionado: Como manter as baterias dos carros elétricos

A existência de carros elétricos é tão recente que ainda não nos permite ter muitas baterias para reciclar. Mas a ideia é que a economia venha a ser circular e teremos de estar preparados para completar esse ciclo de forma a que compense, ambientalmente, usar baterias elétricas nos veículos. Afinal, as baterias não podem acabar num aterro a contaminar solos ou estar-se-ia a atentar tanto contra o ambiente como um poluente motor a combustíveis fósseis.

A construção das baterias tem de partir do pressuposto que podem e devem ser alvo de reciclagem. E a homogeneização da forma como são produzidas pelas várias marcas é essencial para facilitar a posterior reciclagem. Porque convém não esquecer que a bateria de um veículo elétrico é o mais dispendioso que se encontra naquele carro, e substituí-la por uma nova é um rombo na carteira de qualquer afortunado cidadão.

Por isso, o enfoque de todas as investigações e progressos tecnológicos estão aí centrados e a “verdade” de hoje é efémera. Até lá, é seguir os procedimentos do fabricante para que a bateria dure o máximo possível e com a maior rentabilidade no veículo automóvel.

Leia também:

Mais artigos da mesma categoria

Tesla: a história que deu a Elon Musk o estatuto de visionário

A Tesla é hoje uma marca consolidada no mercado global e uma referência no mundo dos carros elétricos, sendo ainda quase sinónimo de Elon Musk.…

Como funciona o motor de um carro elétrico?

Os carros elétricos passaram, num ápice, de serem aves raras para ocuparem um lugar central no conceito da mobilidade do futuro, mas também já do…

Os carros elétricos que vão chegar em 2020

A meta imposta pela União Europeia, de emissões iguais ou inferiores a 95 g/km, é relativa às vendas de toda a gama, após encontrada a…

Os melhores carros elétricos para a cidade

Se hoje já existem no mercado soluções elétricas para viajar mais longe, com o aumento exponencial do nível de autonomia, a verdade é que os…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional