Inspeção de motos obrigatória a partir de 2022

4 min

Inspeção de motos obrigatória a partir de 2022

Os motociclos com uma cilindrada superior a 125 cc vão passar a ser alvo de uma vistoria nos centros de Inspeções Periódicas de Veículos (IPV). A medida entra em vigor no próximo dia 1 de janeiro e vai ao encontro da diretiva da União Europeia, de tornar a inspeção de motos obrigatória em todos os Estados-membros.

No entanto, não se pode afirmar que a decisão foi tomada cedo. Aliás, há nove anos que se aguardava pela regulamentação das inspeções a veículos de duas rodas, já que foi em 2012 que foi aprovado um decreto-lei que previa a inspeção periódica às motas com cilindrada superior a 250 cc. Só que o tal decreto-lei, que levou a que vários centros investissem para responder à então novidade, não viu a luz do dia com a publicação em Diário da República.

Inspeção obrigatória para motos acima dos 125 cc

Agora, porém, o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, confirmou, citado pelo “Jornal de Negócios”, que “a partir de 1 de janeiro de 2022 todas as motos de 125 cc para cima passam a ter de ir à inspeção”.

Veja todas as motos 125 cc à venda no Standvirtual

A data de arranque prende-se precisamente com a deliberação da Europa, assim como o facto de se ter passado da inspeção obrigatória de motas acima dos 250 cc para as com cilindrada superior a 125 cc, o que obrigou à redação de outro decreto-lei.

“O decreto-lei está em circuito legislativo e vai ser aprovado em Conselho de Ministros em breve”, adiantou Jorge Delgado, que acredita haver tempo suficiente para, posteriormente, publicar uma portaria regulamentar.

A medida irá ser imposta não apenas aos veículos de duas rodas, mas a triciclos e quadriciclos, sendo estimado que entre 400 mil e 450 mil viaturas sejam inspecionadas no próximo ano. De parte deverão ficar as motas elétricas, garantiu o governante, justificando a exceção com o facto de se tratar de um produto novo.

Artigo relacionado: As melhores motos elétricas para a cidade

A 25 de fevereiro de 2021, a Comissão dos Transportes e Turismo do Parlamento Europeu (TRAN) solicitou à Comissão Europeia que incluísse os motociclos na obrigação de inspeção técnica periódica. Para os motociclos pequenos (menos de 125 cc) e ciclomotores, a Comissão pede uma avaliação primeiro para investigar os fatores custo-benefício. Por meio deste relatório de iniciativa, o Parlamento Europeu solicita à Comissão Europeia que apresente uma proposta legislativa.

Inspeção de motos já é obrigatória na maioria dos países europeus

A maioria dos países europeus já tem uma inspeção técnica periódica obrigatória para os motociclos e outros, como Portugal, vão introduzi-la em 2022 — três países (Finlândia, Irlanda e Holanda) não tencionam introduzir a inspeção a motas.

Para a Associação de Construtores Europeus de Motociclos (ACEM), “a proposta da Comissão Europeia de alargar a Inspeção Técnica Periódica Obrigatória (PTI) aos Veículos de Duas Rodas Motorizados (PTW) pode proporcionar benefícios, desde que não sobrecarregue o utilizador, com custos injustificados”.

Artigo relacionado: Inspeção automóvel: o que pode levar o seu carro a chumbar

Além do mais, explica a ACEM, as inspeções obrigatórias podem resultar num decréscimo de acidentes. É que, descreve, “embora apenas 0,3% dos acidentes sejam de facto diretamente causados por uma falha técnica, em mais de 5% dos acidentes as falhas técnicas estão presentes como fatores contribuintes”. As falhas técnicas referidas são relativas sobretudo a iluminação defeituosa, a um mau estado dos pneus e travões, fruto do desgaste e da falta de manutenção.

Leia também:

Mais artigos da mesma categoria

Pneu furado: trocar ou colocar espuma?

Um pneu furado é uma daquelas situações que parecem nunca acontecer. Até ao dia… Basta um preguinho para que, subitamente ou ao fim de algum…

6 dicas para conduzir em segurança no Inverno

O calor ainda se faz sentir, mas não vale a pena esperar pelos implacáveis dias de inverno para rever a matéria do que é preciso…

Vidros escurecidos ou fumados: normas e vantagens

Se quer colocar vidros escurecidos no seu automóvel, fique a conhecer as vantagens, tudo o que precisa de fazer e, claro, quanto tem de pagar.…

É legal ter vidros escurecidos? Saiba o que diz a lei e evite ser multado

Carros equipados com vidros escurecidos incluem imensas vantagens, mas, como nem todos os veículos vêm de origem com este tipo de vidros, é importante que se perceba…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional