Embraiagem queimada sintomas

4 min

Embraiagem queimada: quais os sintomas

Imagine-se a, numa subida íngreme, tentar encontrar o ponto de embraiagem sem grande sucesso. A dada altura, o ambiente será marcado por um cheiro forte a queimado. Assim que tal aconteça, pare e deixe o pedal da embraiagem repousar – pode ser que vá a tempo de a salvar e que, depois do período de arrefecimento, a mesma volte a funcionar como sempre. Ou, se tiver a embraiagem queimada, talvez não.

Esta é apenas uma situação, que veremos mais ao pormenor, de como se queima uma embraiagem. Mas, antes de mais, importa perceber do que estamos a falar.

 
Vai trocar de carro? Faça uma pesquisa no Standvirtual

 
O que é a embraiagem?

A embraiagem é o mecanismo que liga o motor à caixa de velocidades, permitindo transmitir a rotação do volante do motor às engrenagens da caixa de velocidades, que, por sua vez, transfere essa mesma rotação para o diferencial através do eixo.

O sistema de embraiagem inclui um disco, um prato de pressão e o rolamento de encosto. O disco de embraiagem costuma ser em aço, cuja superfície está revestida com um material que gera atrito, o qual é pressionado contra o volante do motor. A pressão contra o volante do motor é garantida pelo prato de pressão, evitando o deslizar ou patinar das duas superfícies. Resta o rolamento de encosto, que transforma a nossa força sobre o pedal da esquerda em pressão necessária para embraiar ou desembraiar.

Artigo relacionado: Volante bimassa: o que é e para que serve

Sintomas de uma embraiagem queimada

Além do cheiro a borracha queimada, o automóvel pode apresentar outro tipo de sintomas que indicam problemas no sistema da embraiagem.

Por exemplo, se verificar rigidez no pedal da embraiagem ou sentir demasiada dificuldade em carregar no mesmo pedal, notando que o mesmo parece estar mais pesado ou a exigir mais força da perna esquerda, isso significa que algo não está bem com a embraiagem.

Também a dificuldade em trocar de mudança pode ser um indício de problemas. Ao desembraiar e embraiar para trocar de mudança, caso sinta resistência na caixa leve imediatamente o carro a uma oficina: pode ser o início do fim da embraiagem – e ninguém quer ficar sem esta a meio de um percurso… Experimente, a troca com a primeira ou na marcha à ré – serão estas engrenagens a queixarem-se em primeiro lugar.

Um terceiro sintoma é quando se sente a embraiagem a patinar e, ao mesmo tempo, começa-se a ouvir ruídos da mesma, algo visível sobretudo em subida, quando o carro parece ficar sem força ao mesmo tempo que a rotação dispara. Este sintoma não quer dizer obrigatoriamente que a embraiagem queimou, mas revela sinais de desgaste da mesma. E o desgaste é meio caminho andado para queimar de vez…

Preste ainda atenção ao ponto de embraiagem e tente perceber se a mudança “pega muito em cima”. A entrada da mudança deve ocorrer quando o pedal vai a meio do seu curso: tanto o pegar em baixo como em cima indicia que algo não está a correr bem.

Artigo relacionado: Saiba se está na altura de rever os travões do seu carro

Outro problema da embraiagem prende-se com um possível empenamento do prato ou do disco de embraiagem – verifique se o carro trepida ao mudar de velocidade. Se tal acontecer, o melhor é procurar quem faça uma análise à embraiagem

Como cuidar da embraiagem

Se, por um lado, a embraiagem é um dos sistemas do automóvel que sofre mais desgaste, por outro, há formas de adiar problemas, a começar por alterar comportamentos. Conheça os truques que podem prolongar a vida da sua embraiagem.

  1. Use a velocidade adequada à rotação: uma das causas de desgaste é o circular a uma velocidade baixa com uma marcha alta engatada;
  2. Não conduza com o pé em cima do pedal: esta é provavelmente a causa número 1 para os problemas com a embraiagem: o mau hábito de descansar o pé em cima do pedal da mesma. Problema é que ao apoiar o pé estará a pressionar as molas e a interferir com a ligação entre o disco e o volante do motor, o que leva a um sobreaquecimento;
  3. Recorra ao travão de mão em subidas íngremes: até pode conhecer bem o seu carro, mas não vale a pena sujeitá-lo ao esforço; numa subida, recorra ao travão de mão para encontrar o ponto de embraiagem.


Leia também:

Abate de veículos em fim de vida: como funciona

Os 5 carros a gasolina mais económicos em Portugal

4 carros usados a gasolina até 15.000€

Mais artigos da mesma categoria

História da Porsche: da origem à actualidade

O que é que o primeiro carro híbrido do mundo e a história da Porsche têm em comum? Saiba como nasceu uma das maiores constructoras de…

Como desembaciar os vidros do carro? Aprenda já

Fruto da condensação e humidade existente nos dias de chuva, é normal os vidros embaciarem. Saiba como desembaciar vidros do carro rapida e eficazmente. É um…

O que é e como funciona o catalisador?

Em química, o catalisador é uma substância que aumenta a velocidade de uma reação. Já num automóvel é o componente que permite tornar a pegada…

Sabe quantos pontos tem a sua carta de condução?

Neste novo modelo de carta não está só previsto que perca pontos, mas que também os ganhe. No entanto, antes de começar a fazer somas…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional