5 scooters ideais para a cidade

5 min

5 scooters ideais para a cidade

A cidade exige cada vez mais uma mobilidade que não assente apenas nas quatro rodas. Afinal, menos carros significa menores filas de trânsito e consequentemente menos poluição.

Há, assim, quem já tenha optado por realizar percursos a pé que antes fazia de carro. Mas, para os mais longos, sobretudo em zonas menos servidas por transportes públicos, a utilização de um apoio motorizado continua a ser relevante.

Renasceu assim o gosto pelas scooters, que são uma das formas mais fáceis de alguém se movimentar pela cidade, sem demoras e com pouco estrago para o ambiente (menos ainda se optarmos por uma scooter elétrica). E quando consomem combustíveis fósseis apresentam consumos apetecíveis, sobretudo dado o aumento dos preços da gasolina e do gasóleo.

Além disso, as scooters não carecem de um piloto de motos com habilidade extra, podendo ser guiadas por qualquer pessoa, proporcionando uma boa posição de condução, que garante conforto ao longo da viagem, mesmo por estradas empedradas, que ainda resistem por muitas cidades portuguesas.

Artigo relacionado: 10 motos que pode conduzir com carta de carro

Claro que para enfrentar a cidade, há scooters melhores do que outras: escolhemos uma mão cheia que poderão ir ao encontro dos gostos da maioria que se move em ambiente urbano.

5 scooters ideias para a vida na cidade

Suzuki Burgman 125

Suzuki Burgman Standvirtual

A Suzuki Burgman 125 é uma das scooters de maior sucesso no mercado mundial, que se distingue pelo seu tamanho compacto e pela sua agilidade, ideal para nos movermos entre carros quando as filas parecem intermináveis. Com uma potência equivalente a 12,6 cv, apresenta um motor monocilíndrico de 4 tempos e refrigerado a água. Em termos de conforto, conta com um banco baixo, o que permite que pessoas de diferentes estaturas possam assumir os comandos sem quaisquer constrangimentos. Sob o assento, que se destaca ainda pela ergonomia, há espaço para dois capacetes.

Quanto custa uma Suzuki Burgman 125 em segunda mão?

Honda Forza 125

Scooter cidade Honda Forza

Potente, bonita, tecnológica. Um 3-em-1 que dá mais trunfos a esta scooter que já é prática, confortável e fácil de conduzir. Não é à toa que está entre as mais bem-sucedidas do mercado. Com 4 válvulas, árvore de cames à cabeça e refrigeração por líquido, este monocilíndrico distingue-se por ser rotativo e capaz de entregar potência imediata. Já os consumos são aliciantes: oficialmente, a marca anuncia cerca de dois litros por cada 100km e, no dia a dia, é fácil de manter a média de consumo nesses níveis. Apenas um senão: dá-se melhor com o alcatrão lisinho do que com pisos empedrados, por isso, antes de ser uma opção, é melhor estudar os trajetos que serão cumpridos.

Veja todas as Honda Forza à venda no Standvirtual

Sym Fiddle III

Sym fiddle Standvirtual

Uma scooter “made in” Taiwan, com um motor de 125 cc e uma potência de 10 cv. O design agradará aos saudosistas do estilo retro, mas esta scooter está longe de viver do passado, com um painel de instrumentos refinado e luzes diurnas em LED. E tem coisas muito práticas, como um porta-luvas no painel frontal que pode ser usado para pôr o telemóvel ou a carteira. Já a suspensão é confortável, dando apenas sinais de atrapalhação quando o piso é demasiado esburacado. E o consumo pode ser interessante, situando-se abaixo dos 3 l/100km.

Procura uma Sym Fiddle usada?

Honda PCX 150

HONDA PCX125 acelera carta carro

Com a promessa de uma mobilidade ágil e rápida, económica e ainda divertida, a estilosa PCX 150 tem vindo a conquistar fãs de todas as idades. O motor monocilíndrico, refrigerado a água e com injeção eletrónica de combustível, debita 15 cv de potência geridos por uma caixa de variação contínua (CVT), que torna a sua condução ainda mais fácil. Toda iluminação é em LED e, à frente, há um pequeno porta-luvas e uma tomada de 12V. Além disso, é amiga do ambiente quando se escolhem as versões DLX e Sport, que chegam com paragem e arranque automáticos do motor, um sistema acionado após três segundos de paragem.

Quanto custa uma Honda PCX em segunda mão?

Yamaha NMax 125

Scooter Yamaha NMAX 125 Standvirtual

A NMax é uma scooter criada pela Yamaha para desafiar o protagonismo da Honda PCX 150. E, depois de ter conquistado uma boa fatia do mercado, a marca nipónica aprimorou a aposta, reformulando, em 2020, este importante modelo que passou a estar disponível nas variantes 125 e 155 cc. O primeiro, a 4 tempos e com 4 válvulas com refrigeração a líquido, é o ideal para quem procura poupar em combustível, prezando o ambiente que é respeitado por uma eficiente tecnologia Start & Stop.

Veja todas as Yamaha NMax disponíveis no Standvirtual

Leia também:

Mais artigos da mesma categoria

4 carros híbridos usados até 30.000€

Apesar desta tecnologia, que recorre a um sistema elétrico para apoiar um motor a combustão, maioritariamente alimentado a gasolina, não ser uma solução nova, está…

5 carrinhas novas a gasóleo até 30.000€

Mesmo com os SUV em constante afirmação de status, o certo é que nenhum construtor de volume se atreve a abdicar de lançar carrinhas novas…

Procura um SUV novo a gasóleo por menos de 30.000€?

Procurar carros a gasóleo, ao contrário do que sucedia há uns anos, começa a parecer uma tentativa de encontrar uma agulha num palheiro – sobretudo…

Principais pontos a ter em conta quando compra um carro novo

Comprar um carro exige preparação. O investimento num automóvel novo deve ser ponderado e é preciso que tudo seja pensado ao pormenor, para que nada…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional