3 citadinos novos por menos de 15 mil euros

5 min

3 citadinos novos até 15.000€

Os automóveis citadinos ou com vincada vocação urbana continuam no topo das preferências em Portugal e na maioria dos países do Velho Continente, o que não deixa de ser um sinal dos tempos: há menos dinheiro disponível em larga faixa da população para comprar automóvel de segmento médio ou superior e o orçamento familiar também não estica para pagar o combustível necessário para as obrigatórias deslocações diárias.

Vai daí, os carros pequenitos e mais baratos são a solução de mobilidade que muitos procuram. Mas será que ainda existem? Fomos à procura de carros novos para comprar com preços até 15.000 euros.

3 citadinos novos que pode comprar por menos de 15.000€

Renault Twingo SCe 65

Renault Twingo SCe 65

Com o lançamento do Twingo Electric, a Renault limitou a oferta de motores a gasolina no citadino: cortou do catálogo o TCe, turbo de 100 cv, com opção da transmissão automática de dupla embraiagem EDC, e manteve apenas a versão menos potente do SCe, motor de 3 cilindros atmosférico, como única opção térmica na gama.

Com uma potência modesta de 65 cv e associado a uma caixa de 5 velocidades com escalonamento a privilegiar os consumos baixos, não é o motor para correrias ou andamentos muito desportivos, mas nunca foi essa a vocação do Twingo.

Fabricado sobre a mesma base do Smart Forfour e partilhando a maioria dos componentes, o citadino da marca francesa revela o mesmo caráter dinâmico do conhecido alemão, mostrando uma enorme agilidade em percursos urbanos, com ótima direção de desmultiplicação variável, assistência elétrica e notável raio de viragem – como o motor está montado atrás, sobre o eixo posterior, a rodas da frente têm espaço para poder girar até 45 graus, o que resulta num diâmetro de viragem de 8,6 metros, quando os concorrentes não fazem uma volta completa em menos de 9 metros.

Fora da urbe, surpreende pela estabilidade e sensação de segurança para modelo de palmo e meio:  3,6 metros em comprimento e só 1,5 metros em altura. A qualidade satisfaz, mesmo existindo plásticos a mais. Atrás, apenas dois lugares, com espaço e conforto q.b. para a condução quotidiana, nas voltinhas de todos os dias. A mala só tem menos de 200 litros de volumetria útil.

Quanto custa um Renault Twingo novo?

Dacia Sandero Stepway Eco-G 100

Dacia Sandero Stepway Eco-G 100

Um automóvel com uma relação preço/espaço imbatível, o Dacia Sandero é o símbolo da fórmula de robustez e simplicidade que deu origem ao automóvel que é grande referência de compra racional.

Na versão Eco-G, está equipado com um motor de 100 cv que pode funcionar a GPL ou a gasolina, mantendo as propriedades de segurança de fábrica, com três anos de garantia ou 100.000 km. O Sandero tem dois depósitos (o de GPL está situado sob o piso da mala), o que permite uma autonomia combinada de até 1300 km.

A plataforma é partilhada com o Renault Clio, mas a conceção é mais modesta, condizente com o posicionamento de baixo custo do modelo. Só no espaço para os passageiros e na bagageira não há poupança: a mala tem bons acessos e capacidade para ótimos 328 litros (apenas menos 50 litros do que no compartimento de carga do Mégane, por exemplo). E também as quotas habitáveis são do segmento acima, desafogadas em comprimento, sobretudo no espaço para pernas dos passageiros traseiros.

A versão Comfort, no topo da gama, inclui ar condicionado automático, retrovisores elétricos, câmara traseira, sensores de luz e chuva e sistema de infoentretenimento com ecrã tátil de 8 polegadas, navegação e compatibilidade com Android Auto e Apple Car Play sem fios. O Pack Hands Free, por 450€, acrescenta o travão de estacionamento elétrico, o acesso e arranque sem chave e o apoio de braço com compartimento para pequenos arrumos.

Peça já uma proposta por um Dacia Sandero novo

Renault Twizy E-Tech Elétrico

Renault Twizy E-Tech Elétrico

Em 2011, antes mesmo de introduzir no mercado o Zoe, a Renault já comercializava um automóvel elétrico, o Twizy, um quadriciclo de apenas dois lugares, pensado à medida das curtas deslocações em cidade, sem emissões de gases de escape.

A marca francesa anuncia-o como o descendente (distante) do Renault Type A, com comedidos 1,09 metros de largura e 2,33 metros em comprimento, mas com um estilo que se destaca com as pinturas personalizáveis e portas de abertura vertical (opcionais).

Sem janelas laterais, o Renault Twizy combina interior e exterior e permite conduzir de cabelos ao vento, sem ser obrigatório capacete.

A versão Twizy 45 tem um motor elétrico com 5 cv de potência e velocidade máxima limitada a 45 km/h, enquanto o Twizy 80 (que inclui airbag) conta com um motor de 17 cv e pode atingir velocidades de até 80 km/h.

O Renault Twizy liga-se a uma tomada doméstica e recarrega-se em apenas 3,5 horas. As baterias de iões de lítio de 6,2 kWh, localizadas debaixo do banco dianteiro, oferecem uma autonomia de 100 km em cidade.

Marque já um test-drive num Renault Twizy

Leia também:

Mais artigos da mesma categoria

Benefícios fiscais de carros elétricos para empresas em 2019

O objetivo de Portugal se tornar um país neutro em emissões de carbono até 2050 implica um investimento em infraestruturas, mas também em políticas de…

4 carros novos a gasóleo até 40.000€

O aumento exponencial nas vendas e na oferta de modelos eletrificados também originou uma transformação na procura, com a quebra acentuada na popularidade dos motores…

SUV de 7 lugares híbridos ou elétricos à venda em Portugal

Os SUV estão na moda. São um fenómeno de popularidade em Portugal e na Europa e a tendência está para durar. Por isso selecionámos SUV…

6 carros desportivos novos por menos de 30.000€

Ter um automóvel com capacidades desportivas continua a ser o sonho de muita gente. E, mesmo não revelando aptidões para correr, há carros desportivos novos…
X

Quer receber as nossas comunicações por e-mail?

Email Marketing by E-goi

É proprietário de um Stand?

Crie uma Conta Profissional